A.Chegada

@a.chegada

  • 45 Posts
  • 323 Followers
A chegada é algo inexplicável. Preparar para este momento é pura ciência e amor. 📍Av. 136, 797, Sl 1701A - Ed. New York - St. Marista Goiânia/GO
Uma dia repleto de muita paz e amor!

Feliz dias das mães! 

Que alegria em poder cuidar de vocês em um momento tão especial da vida, @a.chegada de um filho, o que torna este dia tão especial! 

 #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional  #fisioterapiapelvica  #fisioterapiagoiania  #physicaltherapy  #fisiocomamor  #fisiopelvica  #gestantes  #obstetric  #parto  #puerperio  #fotobiomodulacao  #trabalhodeparto  #epino  #biomecanicadoparto  #laserterapia  #programagestarfuncional  #achegada

Uma dia repleto de muita paz e amor! Feliz dias das mães! Que alegria em poder cuidar de vocês em um momento tão especial da vida, @a.chegada de um filho, o que torna este dia tão especial! #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional #fisioterapiapelvica #fisioterapiagoiania #physicaltherapy #fisiocomamor #fisiopelvica #gestantes #obstetric #parto #puerperio #fotobiomodulacao #trabalhodeparto #epino #biomecanicadoparto #laserterapia #programagestarfuncional #achegada

5
0
a month ago
Sou brilhante , capaz, aventureira, curiosa, delicada e espirituosa...
Sou mulher FORTE,
SOU EU MESMA!

Eu sigo,
Eu lidero,
Eu aprendo,
Eu ensino,
Eu transformo,

Mudo a roupa, o cabelo, a música e também as incertezas.
Eu tenho voz, ideais pelos quais lutar e o mundo todo para enfrentar!

Eu SOU MULHER!

Nós da equipe @a.chegada desejamos à todas vocês, nosso combustível diário na busca pelo conhecimento e superação, um feliz dia!

Todo dia é o nosso dia!  Todos os dias nos superamos! 

 #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional  #fisioterapiapelvica  #fisioterapiagoiania  #physicaltherapy  #fisiocomamor  #fisiopelvica  #gestantes  #obstetric  #parto  #puerperio  #fotobiomodulacao  #trabalhodeparto  #epino  #biomecanicadoparto  #laserterapia  #programagestarfuncional  #achegada

Sou brilhante , capaz, aventureira, curiosa, delicada e espirituosa... Sou mulher FORTE, SOU EU MESMA! Eu sigo, Eu lidero, Eu aprendo, Eu ensino, Eu transformo, Mudo a roupa, o cabelo, a música e também as incertezas. Eu tenho voz, ideais pelos quais lutar e o mundo todo para enfrentar! Eu SOU MULHER! Nós da equipe @a.chegada desejamos à todas vocês, nosso combustível diário na busca pelo conhecimento e superação, um feliz dia! Todo dia é o nosso dia! Todos os dias nos superamos! #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional #fisioterapiapelvica #fisioterapiagoiania #physicaltherapy #fisiocomamor #fisiopelvica #gestantes #obstetric #parto #puerperio #fotobiomodulacao #trabalhodeparto #epino #biomecanicadoparto #laserterapia #programagestarfuncional #achegada

13
0
3 months ago
Você sabia que existem vários tipos de mamilo?

Tem o mamilo “normal” ou protuso (mais comum), o plano, o comprido (ou alongado) e o invertido, e essas diferenças são naturais, pois cada mulher é única e tem suas próprias características.

No entanto, essas variações podem interferir na hora de amamentar o bebê. Nos tipos plano e invertido, ele pode ter dificuldade de pressionar o mamilo para sugar. O longo, ele pode abocanhar apenas p mamilo, causando fissuras na mãe ou até reflexo de vômito no bebê. Mas não se desespere! Tem algumas dicas que podem te ajudar, como o uso da bomba de sucção manual, massagem na região das auréolas e mamilos, ordenha mamária manual, compressa fria.

Se você tem dúvidas, fale com seu médico, procure um consultor em amamentação.

É importante ficar atenta se o bebê está se alimentando corretamente. De acordo com a OMS é relevante observar alguns pontos - chave da pega adequada:
1. Visualiza-se mais aréola acima da boca do bebê que abaixo;
2. Boca bem aberta;
3. Lábio inferior virado para fora e
4. Queixo tocando a mama.

**O leite materno é o melhor alimento para o seu filho!

Texto: @jessyka_koliveira 
Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao

 #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional  #fisioterapiapelvica  #fisioterapiagoiania  #physicaltherapy  #fisiocomamor  #fisiopelvica  #gestantes  #obstetric  #parto  #puerperio  #fotobiomodulacao  #trabalhodeparto  #epino  #biomecanicadoparto  #laserterapia  #programagestarfuncional  #achegada  #diastase  #diastaseabdominal  #diastaseposparto

Você sabia que existem vários tipos de mamilo? Tem o mamilo “normal” ou protuso (mais comum), o plano, o comprido (ou alongado) e o invertido, e essas diferenças são naturais, pois cada mulher é única e tem suas próprias características. No entanto, essas variações podem interferir na hora de amamentar o bebê. Nos tipos plano e invertido, ele pode ter dificuldade de pressionar o mamilo para sugar. O longo, ele pode abocanhar apenas p mamilo, causando fissuras na mãe ou até reflexo de vômito no bebê. Mas não se desespere! Tem algumas dicas que podem te ajudar, como o uso da bomba de sucção manual, massagem na região das auréolas e mamilos, ordenha mamária manual, compressa fria. Se você tem dúvidas, fale com seu médico, procure um consultor em amamentação. É importante ficar atenta se o bebê está se alimentando corretamente. De acordo com a OMS é relevante observar alguns pontos - chave da pega adequada: 1. Visualiza-se mais aréola acima da boca do bebê que abaixo; 2. Boca bem aberta; 3. Lábio inferior virado para fora e 4. Queixo tocando a mama. **O leite materno é o melhor alimento para o seu filho! Texto: @jessyka_koliveira Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional #fisioterapiapelvica #fisioterapiagoiania #physicaltherapy #fisiocomamor #fisiopelvica #gestantes #obstetric #parto #puerperio #fotobiomodulacao #trabalhodeparto #epino #biomecanicadoparto #laserterapia #programagestarfuncional #achegada #diastase #DiastaseAbdominal #diastaseposparto

7
0
3 months ago
Vocês sabiam que existem vários tipos de contração?

Contrações de Treinamento ou Braxton Hicks, Contrações de Parto e também Contrações de Pós Parto.

A contração de Braxton Hicks já havíamos abordado em um post anterior.

A contração de Parto é dividida didaticamente em 3: Contrações de Dilatação, Contração de Transição e de Expulsão. Essas contrações são as efetivas, aquelas que de fato acontecem no trabalho de parto. São caracterizadas por REGULARIDADE e RITIMICIDADE, se tornam previsíveis e acontecem numa progressão de tempo, frequência e intensidade, ou seja, cada vez duram por mais segundos, num intervalo de tempo menor e ficam mais dolorosas. Essas contrações diferentemente das contrações de treinamento vem do fundo do útero  e causam afinamento (apagamento) do colo. A cada contração que acontece no útero o colo vai ficando mais fino (é a incorporação do colo à cavidade uterina) para conseguir a dilatação. Após a dilatação completa começam as contrações de expulsão , as quais são mais intensas e duradouras, são aquelas que ajudam o bebê a sair.

Por fim a contração de Pós Parto,  é uma sensação de cólica que ocorre durante os primeiros dias após o parto. A sensação se intensifica um pouco durante a amamentação, pelo próprio estímulo que ocorre nos mamilos

Texto: @tashaesteves1 
Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao

 #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional  #fisioterapiapelvica  #fisioterapiagoiania  #physicaltherapy  #fisiocomamor  #fisiopelvica  #gestantes  #obstetric  #parto  #puerperio  #fotobiomodulacao  #trabalhodeparto  #epino  #biomecanicadoparto  #laserterapia  #programagestarfuncional  #achegada  #diastase  #diastaseabdominal  #diastaseposparto

Vocês sabiam que existem vários tipos de contração? Contrações de Treinamento ou Braxton Hicks, Contrações de Parto e também Contrações de Pós Parto. A contração de Braxton Hicks já havíamos abordado em um post anterior. A contração de Parto é dividida didaticamente em 3: Contrações de Dilatação, Contração de Transição e de Expulsão. Essas contrações são as efetivas, aquelas que de fato acontecem no trabalho de parto. São caracterizadas por REGULARIDADE e RITIMICIDADE, se tornam previsíveis e acontecem numa progressão de tempo, frequência e intensidade, ou seja, cada vez duram por mais segundos, num intervalo de tempo menor e ficam mais dolorosas. Essas contrações diferentemente das contrações de treinamento vem do fundo do útero e causam afinamento (apagamento) do colo. A cada contração que acontece no útero o colo vai ficando mais fino (é a incorporação do colo à cavidade uterina) para conseguir a dilatação. Após a dilatação completa começam as contrações de expulsão , as quais são mais intensas e duradouras, são aquelas que ajudam o bebê a sair. Por fim a contração de Pós Parto, é uma sensação de cólica que ocorre durante os primeiros dias após o parto. A sensação se intensifica um pouco durante a amamentação, pelo próprio estímulo que ocorre nos mamilos Texto: @tashaesteves1 Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional #fisioterapiapelvica #fisioterapiagoiania #physicaltherapy #fisiocomamor #fisiopelvica #gestantes #obstetric #parto #puerperio #fotobiomodulacao #trabalhodeparto #epino #biomecanicadoparto #laserterapia #programagestarfuncional #achegada #diastase #DiastaseAbdominal #diastaseposparto

17
2
3 months ago
A fotobiomodulação com laser de baixa potência, é uma modalidade de tratamento não invasivo. Tem efeito modulador sobre o metabolismo das células. Vem sendo utilizado em diversas afecções.

Pode ser utilizada a luz vermelha ou infravermelha, com o objetivo de estimular múltiplos processos fisiológicos.

Tem efeitos:
*Analgésico;
*Anti-inflamatório;
*Reparação tecidual; 
*Estímulo a microcirculação (estimula o surgimento de novos capilares)

Utilizamos o laser como um adjuvante ao trabalho com as mulheres após o parto, em casos de lesão perineal, processo de cicatrização de cesárea, fissuras mamárias, dor articular, ou muscular, e outros.

🙋🏻‍♀️Vale lembrar a importância da avaliação de um fisioterapeuta obstétrico no pós parto. Mediante essa avaliação traçamos um plano de tratamento de acordo com a necessidade da puérpera. O laser é um dos recursos que podem ser utilizados, todos com o objetivo de melhor retorno a função.

Texto: @jessyka_koliveira 
Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao

 #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional  #fisioterapiapelvica  #fisioterapiagoiania  #physicaltherapy  #fisiocomamor  #fisiopelvica  #gestantes  #obstetric  #parto  #puerperio  #fotobiomodulacao  #trabalhodeparto  #epino  #biomecanicadoparto  #laserterapia  #programagestarfuncional  #achegada  #diastase  #diastaseabdominal  #diastaseposparto

A fotobiomodulação com laser de baixa potência, é uma modalidade de tratamento não invasivo. Tem efeito modulador sobre o metabolismo das células. Vem sendo utilizado em diversas afecções. Pode ser utilizada a luz vermelha ou infravermelha, com o objetivo de estimular múltiplos processos fisiológicos. Tem efeitos: *Analgésico; *Anti-inflamatório; *Reparação tecidual; *Estímulo a microcirculação (estimula o surgimento de novos capilares) Utilizamos o laser como um adjuvante ao trabalho com as mulheres após o parto, em casos de lesão perineal, processo de cicatrização de cesárea, fissuras mamárias, dor articular, ou muscular, e outros. 🙋🏻‍♀️Vale lembrar a importância da avaliação de um fisioterapeuta obstétrico no pós parto. Mediante essa avaliação traçamos um plano de tratamento de acordo com a necessidade da puérpera. O laser é um dos recursos que podem ser utilizados, todos com o objetivo de melhor retorno a função. Texto: @jessyka_koliveira Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional #fisioterapiapelvica #fisioterapiagoiania #physicaltherapy #fisiocomamor #fisiopelvica #gestantes #obstetric #parto #puerperio #fotobiomodulacao #trabalhodeparto #epino #biomecanicadoparto #laserterapia #programagestarfuncional #achegada #diastase #DiastaseAbdominal #diastaseposparto

6
0
4 months ago
Inchaço na gravidez: como evitar?
Durante a gravidez, muitas mulheres se queixam de inchaço, principalmente em membros inferiores (pernas e pés).

A retenção hídrica nesse período ocorre principalmente pelo aumento do volume de líquidos no corpo e ações hormonais que alteram o retorno venoso, a permeabilidade de capilares e deixam os vasos sanguíneos mais “relaxados”.

Alguns cuidados podem ser realizados para reduzir o edema (inchaço):
• Drenagem Linfática Manual;
• Atividade Física;
• Manter-se hidratada;
• Evitar alimentos com alto teor de sódio, frituras, alimentos industrializados;
• Meias compressivas;
• Evitar ficar muito tempo na mesma posição. Tente se movimentar no decorrer do dia, no trabalho, em casa;
• Procure um fisioterapeuta;
 
** É importante se atentar à pressão arterial. Converse com seu/sua obstetra.

Texto: @jessyka_koliveira 
Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao

 #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional  #fisioterapiapelvica  #fisioterapiagoiania  #physicaltherapy  #fisiocomamor  #fisiopelvica  #gestantes  #obstetric  #parto  #puerperio  #fotobiomodulacao  #trabalhodeparto  #epino  #biomecanicadoparto  #laserterapia  #programagestarfuncional  #achegada  #diastase  #diastaseabdominal  #diastaseposparto

Inchaço na gravidez: como evitar? Durante a gravidez, muitas mulheres se queixam de inchaço, principalmente em membros inferiores (pernas e pés). A retenção hídrica nesse período ocorre principalmente pelo aumento do volume de líquidos no corpo e ações hormonais que alteram o retorno venoso, a permeabilidade de capilares e deixam os vasos sanguíneos mais “relaxados”. Alguns cuidados podem ser realizados para reduzir o edema (inchaço): • Drenagem Linfática Manual; • Atividade Física; • Manter-se hidratada; • Evitar alimentos com alto teor de sódio, frituras, alimentos industrializados; • Meias compressivas; • Evitar ficar muito tempo na mesma posição. Tente se movimentar no decorrer do dia, no trabalho, em casa; • Procure um fisioterapeuta; ** É importante se atentar à pressão arterial. Converse com seu/sua obstetra. Texto: @jessyka_koliveira Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional #fisioterapiapelvica #fisioterapiagoiania #physicaltherapy #fisiocomamor #fisiopelvica #gestantes #obstetric #parto #puerperio #fotobiomodulacao #trabalhodeparto #epino #biomecanicadoparto #laserterapia #programagestarfuncional #achegada #diastase #DiastaseAbdominal #diastaseposparto

4
1
4 months ago
A amamentação é muito importante para o bebê. É um dos momentos de conexão entre mãe e filho. Por meio dela o bebê recebe os anticorpos da mãe para proteção de diversas doenças, diminui risco de diabetes, obesidade, alergias, anemias, entre outros, além de ajudar no desenvolvimento da arcada dentária do bebê através da sucção.

Vale lembrar que também oferece benefícios para a mãe. Porém, sabemos que nem sempre é tão tranquilo.

Longos períodos amamentando podem surgir dores no pescoço, nas costas ou nos braços durante esse momento. Não se aflija, isso pode acontecer, mas é possível amenizar essas queixas. Prefira amamentar em um lugar confortável, em uma posição relaxada, pode ser sentada ou deitada. Se sentada, prefira ficar com as costas e pés apoiados. Muito tempo em uma posição não cômoda leva a sensações de dores e desconfortos.

Coloque um travesseiro ou almofada para apoiar o braço que está segurando o bebê, deixe-o bem alinhado em relação ao seu corpo e sinta a emoção desse momento! Se as dores persistirem, estamos aqui para ajudá-las.

Texto: @jessyka_koliveira 
Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao

 #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional  #fisioterapiapelvica  #fisioterapiagoiania  #physicaltherapy  #fisiocomamor  #fisiopelvica  #gestantes  #obstetric  #parto  #puerperio  #fotobiomodulacao  #trabalhodeparto  #epino  #biomecanicadoparto  #laserterapia  #programagestarfuncional  #achegada  #diastase  #diastaseabdominal  #diastaseposparto

A amamentação é muito importante para o bebê. É um dos momentos de conexão entre mãe e filho. Por meio dela o bebê recebe os anticorpos da mãe para proteção de diversas doenças, diminui risco de diabetes, obesidade, alergias, anemias, entre outros, além de ajudar no desenvolvimento da arcada dentária do bebê através da sucção. Vale lembrar que também oferece benefícios para a mãe. Porém, sabemos que nem sempre é tão tranquilo. Longos períodos amamentando podem surgir dores no pescoço, nas costas ou nos braços durante esse momento. Não se aflija, isso pode acontecer, mas é possível amenizar essas queixas. Prefira amamentar em um lugar confortável, em uma posição relaxada, pode ser sentada ou deitada. Se sentada, prefira ficar com as costas e pés apoiados. Muito tempo em uma posição não cômoda leva a sensações de dores e desconfortos. Coloque um travesseiro ou almofada para apoiar o braço que está segurando o bebê, deixe-o bem alinhado em relação ao seu corpo e sinta a emoção desse momento! Se as dores persistirem, estamos aqui para ajudá-las. Texto: @jessyka_koliveira Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional #fisioterapiapelvica #fisioterapiagoiania #physicaltherapy #fisiocomamor #fisiopelvica #gestantes #obstetric #parto #puerperio #fotobiomodulacao #trabalhodeparto #epino #biomecanicadoparto #laserterapia #programagestarfuncional #achegada #diastase #DiastaseAbdominal #diastaseposparto

9
3
4 months ago
Elisa

Ela é pura alegria e multi utilidades, informações... é uma comédia! 💕

Elisa @elisavelosoarq , mãe de 3 (Helena, Franciso e Cecília), cada qual com sua experiência única e louca, como ela diz! Uma cesárea, um parto normal e outro anormal. Rsrs

Só a conheci agora no puerpério, após @a.chegada da Cecília, encaminha pela sua amiga e obstetra @gabriela_junqueira.

Mesmo com quase duas décadas de formação, consultório nunca é rotina, cada história é única! Sempre há trocas! Expectativas, anseios, dor ( física / emocional), alegrias e vitórias! 

Obrigada pela confiança em deixar nossa equipe (@tashaesteves1) cuidar de você neste momento tão importante, que é retomar a Elisa MULHER! Adoro estar com você!

Foram várias as produções de Make e fotos do parto e família @lucaantunesfotografia.

Texto: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao

 #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional  #fisioterapiapelvica  #fisioterapiagoiania  #physicaltherapy  #fisiocomamor  #fisiopelvica  #gestantes  #obstetric  #parto  #puerperio  #fotobiomodulacao  #trabalhodeparto  #epino  #biomecanicadoparto  #laserterapia  #programagestarfuncional  #achegada  #diastase  #diastaseabdominal  #diastaseposparto

Elisa Ela é pura alegria e multi utilidades, informações... é uma comédia! 💕 Elisa @elisavelosoarq , mãe de 3 (Helena, Franciso e Cecília), cada qual com sua experiência única e louca, como ela diz! Uma cesárea, um parto normal e outro anormal. Rsrs Só a conheci agora no puerpério, após @a.chegada da Cecília, encaminha pela sua amiga e obstetra @gabriela_junqueira. Mesmo com quase duas décadas de formação, consultório nunca é rotina, cada história é única! Sempre há trocas! Expectativas, anseios, dor ( física / emocional), alegrias e vitórias! Obrigada pela confiança em deixar nossa equipe (@tashaesteves1) cuidar de você neste momento tão importante, que é retomar a Elisa MULHER! Adoro estar com você! Foram várias as produções de Make e fotos do parto e família @lucaantunesfotografia. Texto: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional #fisioterapiapelvica #fisioterapiagoiania #physicaltherapy #fisiocomamor #fisiopelvica #gestantes #obstetric #parto #puerperio #fotobiomodulacao #trabalhodeparto #epino #biomecanicadoparto #laserterapia #programagestarfuncional #achegada #diastase #DiastaseAbdominal #diastaseposparto

20
1
4 months ago
Começo esse texto com uma citação de Shakespeare "Todo mundo é capaz de dominar uma dor, exceto quem a sente”, parece um pouco filosófico, mas vejo que isso é uma verdade quando se trata da dor do parto. Podemos treinar padrão respiratório, fazer simulações com Epi-No, contar relatos de parto e ver vídeos, mas é somente vivenciando o ato de parir que saberemos o que de fato é essa sensação que muitas descrevem como umas das piores dores já sentidas, como se essa mulher de fato fosse outra pessoas no momento de expressar tamanha dor. E que o domínio e o auto-controle parecem deixar de existir.

Contudo, é importante entendermos essa dor, ela tem função importante, ela mostra o caminho a ser percorrido pelo corpo durante o processo. Ensina instintivamente o que fazer para facilitar o processo fisiológico do nascimento do bebê, que posição assumir na hora do expulsivo, qual momento exato de “fazer força”(sempre bom lembrar que nada tem haver com força de coco, leia uns posts anterior) . É uma dor sábia, um vai e vem a cada contração, como um balanço das ondas, oferecendo um tempo para que se possa respirar, descansar até a próxima contração. Contrações que vão se intensificando a medida que lá dentro o bebê rotaciona, desce pela pelve, passa por estruturas mais sensíveis a dor. Um processo intenso, muitas vezes difícil, mas que pode ser ser a oportunidade única do contato com o próprio corpo, com o mistério da vida e com o pequeno ser que está prestes a vir.

A dor do parto coloca corpo, alma, hormônios (que não são poucos) e sentidos a prova, fortalecendo ainda mais o vínculo mãe-filho. 
Ainda há controvérsias para essa dor, mas acredito que o fato da dor relativa é que algumas mulheres toleram a dor com uma maior facilidade do que outras.

Texto: @tashaesteves1 
Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao

 #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional  #fisioterapiapelvica  #fisioterapiagoiania  #physicaltherapy  #fisiocomamor  #fisiopelvica  #gestantes  #obstetric  #parto  #puerperio  #fotobiomodulacao  #trabalhodeparto  #epino  #biomecanicadoparto  #laserterapia  #programagestarfuncional  #achegada  #diastase  #diastaseabdominal  #diastaseposparto

Começo esse texto com uma citação de Shakespeare "Todo mundo é capaz de dominar uma dor, exceto quem a sente”, parece um pouco filosófico, mas vejo que isso é uma verdade quando se trata da dor do parto. Podemos treinar padrão respiratório, fazer simulações com Epi-No, contar relatos de parto e ver vídeos, mas é somente vivenciando o ato de parir que saberemos o que de fato é essa sensação que muitas descrevem como umas das piores dores já sentidas, como se essa mulher de fato fosse outra pessoas no momento de expressar tamanha dor. E que o domínio e o auto-controle parecem deixar de existir. Contudo, é importante entendermos essa dor, ela tem função importante, ela mostra o caminho a ser percorrido pelo corpo durante o processo. Ensina instintivamente o que fazer para facilitar o processo fisiológico do nascimento do bebê, que posição assumir na hora do expulsivo, qual momento exato de “fazer força”(sempre bom lembrar que nada tem haver com força de coco, leia uns posts anterior) . É uma dor sábia, um vai e vem a cada contração, como um balanço das ondas, oferecendo um tempo para que se possa respirar, descansar até a próxima contração. Contrações que vão se intensificando a medida que lá dentro o bebê rotaciona, desce pela pelve, passa por estruturas mais sensíveis a dor. Um processo intenso, muitas vezes difícil, mas que pode ser ser a oportunidade única do contato com o próprio corpo, com o mistério da vida e com o pequeno ser que está prestes a vir. A dor do parto coloca corpo, alma, hormônios (que não são poucos) e sentidos a prova, fortalecendo ainda mais o vínculo mãe-filho. Ainda há controvérsias para essa dor, mas acredito que o fato da dor relativa é que algumas mulheres toleram a dor com uma maior facilidade do que outras. Texto: @tashaesteves1 Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional #fisioterapiapelvica #fisioterapiagoiania #physicaltherapy #fisiocomamor #fisiopelvica #gestantes #obstetric #parto #puerperio #fotobiomodulacao #trabalhodeparto #epino #biomecanicadoparto #laserterapia #programagestarfuncional #achegada #diastase #DiastaseAbdominal #diastaseposparto

11
0
4 months ago
Independente da via de parto ter sido cesariana ou normal é preciso esperar  um tempo de 30/40 dias para retomada da relação sexual com penetração vaginal.

E esse inicio das relações sexuais no pós parto, pode ser desconfortável para algumas mães, principalmente para as mulheres que estão em aleitamento materno.

O aumento da prolactina, hormônio responsável pela produção do leite materno, faz com que haja diminuição da produção de alguns  hormônios sexuais e com isso a vagina pode apresentar mais ressecada, sem lubrificação.

É normal também a libido estar bem diminuída por conta da queda dos hormônios e do cansaço com o recém-nascido. Dai a importância de investir em preliminares e até um lubrificante (óleo de coco também é ótimo) pode ajudar.

Procure um profissional se tiver com dificuldade de retomar a vida sexual. A fisioterapia pélvica ajuda com diversos recursos.

Não se cobre tanto e converse com seu parceiro. Você está numa nova fase, além de mulher agora é mãe. Não deixe de cuidar da sua auto-estima, isso também poderá afetar sua conexão interior.

Texto: @tashaesteves1 
Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao

 #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional  #fisioterapiapelvica  #fisioterapiagoiania  #physicaltherapy  #fisiocomamor  #fisiopelvica  #gestantes  #obstetric  #parto  #puerperio  #fotobiomodulacao  #trabalhodeparto  #epino  #biomecanicadoparto  #laserterapia  #programagestarfuncional  #achegada  #diastase  #diastaseabdominal  #diastaseposparto

Independente da via de parto ter sido cesariana ou normal é preciso esperar um tempo de 30/40 dias para retomada da relação sexual com penetração vaginal. E esse inicio das relações sexuais no pós parto, pode ser desconfortável para algumas mães, principalmente para as mulheres que estão em aleitamento materno. O aumento da prolactina, hormônio responsável pela produção do leite materno, faz com que haja diminuição da produção de alguns hormônios sexuais e com isso a vagina pode apresentar mais ressecada, sem lubrificação. É normal também a libido estar bem diminuída por conta da queda dos hormônios e do cansaço com o recém-nascido. Dai a importância de investir em preliminares e até um lubrificante (óleo de coco também é ótimo) pode ajudar. Procure um profissional se tiver com dificuldade de retomar a vida sexual. A fisioterapia pélvica ajuda com diversos recursos. Não se cobre tanto e converse com seu parceiro. Você está numa nova fase, além de mulher agora é mãe. Não deixe de cuidar da sua auto-estima, isso também poderá afetar sua conexão interior. Texto: @tashaesteves1 Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional #fisioterapiapelvica #fisioterapiagoiania #physicaltherapy #fisiocomamor #fisiopelvica #gestantes #obstetric #parto #puerperio #fotobiomodulacao #trabalhodeparto #epino #biomecanicadoparto #laserterapia #programagestarfuncional #achegada #diastase #DiastaseAbdominal #diastaseposparto

16
0
4 months ago
O óleo de coco pode trazer muitos benefícios para nossa saúde intima. É rico em ácido láurico e ácido caprílico, os quais possuem propriedades antifúngicas, antixoxidantes, bactericidas e calmantes.

O óleo de coco extravirgem tem sido muito indicado. Pode ser utilizado com um repositor natural da proteção da região intima, pois ajuda a controlar o ph vaginal.

Possui propriedades nutritivas e suavizantes que melhoram a qualidade do tecido, favorecendo um equilíbrio da microbiota local, também possui propriedade anti-inflamatórias.
Pode ser utilizado como lubrificante intimo, principalmente em mulheres com secura vaginal ou que apresentem dor na relação sexual. O óleo otimiza o deslizamento e melhora a vascularização na região. Pode ser aplicado após a relação sexual também, principalmente em mulheres que as vezes tem fissuras ou ardência pós relação.

Você pode utilizar ele na forma convencional: liquida/pastosa, depende da região que mora se é mais quente ou mais fria (fácil de encontrar em qualquer farmácia ou supermercado) ou de forma fracionada que tem menos cheiro do coco que o convencional. 

Para aplicar coloca o óleo de coco no dedo e espalha na região da vulva (grandes lábios, clitóris) pode também ser aplicado internamente.

Pode ser usado na região perianal, para recuperação da mucosa, principalmente em mulheres mais constipadas.

CUIDADO - não é recomendado sua utilização juntamente com preservativo que contém látex, pois o óleo pode alterar suas propriedades, e o preservativo pode se romper.
 
Use e abuse do óleo de coco 🥥🤍

Texto: @tashaesteves1 
Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao

 #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional  #fisioterapiapelvica  #fisioterapiagoiania  #physicaltherapy  #fisiocomamor  #fisiopelvica  #gestantes  #obstetric  #parto  #puerperio  #fotobiomodulacao  #trabalhodeparto  #epino  #biomecanicadoparto  #laserterapia  #programagestarfuncional  #achegada  #diastase  #diastaseabdominal  #diastaseposparto

O óleo de coco pode trazer muitos benefícios para nossa saúde intima. É rico em ácido láurico e ácido caprílico, os quais possuem propriedades antifúngicas, antixoxidantes, bactericidas e calmantes. O óleo de coco extravirgem tem sido muito indicado. Pode ser utilizado com um repositor natural da proteção da região intima, pois ajuda a controlar o ph vaginal. Possui propriedades nutritivas e suavizantes que melhoram a qualidade do tecido, favorecendo um equilíbrio da microbiota local, também possui propriedade anti-inflamatórias. Pode ser utilizado como lubrificante intimo, principalmente em mulheres com secura vaginal ou que apresentem dor na relação sexual. O óleo otimiza o deslizamento e melhora a vascularização na região. Pode ser aplicado após a relação sexual também, principalmente em mulheres que as vezes tem fissuras ou ardência pós relação. Você pode utilizar ele na forma convencional: liquida/pastosa, depende da região que mora se é mais quente ou mais fria (fácil de encontrar em qualquer farmácia ou supermercado) ou de forma fracionada que tem menos cheiro do coco que o convencional. Para aplicar coloca o óleo de coco no dedo e espalha na região da vulva (grandes lábios, clitóris) pode também ser aplicado internamente. Pode ser usado na região perianal, para recuperação da mucosa, principalmente em mulheres mais constipadas. CUIDADO - não é recomendado sua utilização juntamente com preservativo que contém látex, pois o óleo pode alterar suas propriedades, e o preservativo pode se romper. Use e abuse do óleo de coco 🥥🤍 Texto: @tashaesteves1 Revisão: Ana Paula Leão @fisioanapaulaleao #anapaulaleaofisioterapiapelvicafuncional #fisioterapiapelvica #fisioterapiagoiania #physicaltherapy #fisiocomamor #fisiopelvica #gestantes #obstetric #parto #puerperio #fotobiomodulacao #trabalhodeparto #epino #biomecanicadoparto #laserterapia #programagestarfuncional #achegada #diastase #DiastaseAbdominal #diastaseposparto

21
0
4 months ago
Temos conversado muito com nossas pacientes sobre esperar um tempo maior para engravidar. Uma questão IMPORTANTE ao tomar essa decisão é orientá-las sobre a questão de perda de óvulos com a idade e a qualidade dos mesmo.

Toda mulher quando nasce já possui a quantidade de óvulos que serão liberadas ao longo da vida. Chamamos isso reserva ovariana.

Os óvulos são responsáveis pela produção de hormônios sexuais como progesterona, estrogênio e testosterona.

Ao nascer,  nascemos com um numero x de óvulos que com o passar dos anos vai diminuindo. Cerca de 1000 óvulos são perdidos a cada ciclo menstrual. Mesmo que você não tenha ciclo (uso de anticoncepcional) os óvulos “morrem”, sofrem apoptose e são reabsorvidos pelo organismo.

Essa perda é continua e, a partir dos 35 anos, começa a se tornar significativa, nesse momento, a interferência na fertilidade pode ocorrer. Para preservar a fertilidade, caso uma gestação seja cogitada mais para o futuro pode se optar pelo congelamento de óvulos (falaremos desse assunto em outro post).

Estresses, tabagismo, uso de bebidas alcoólicas, uso excessivo de medicações, má alimentação, maus hábitos de vida e idade aceleram a queda dessa reserva e interferem na sua qualidade.

🤍🤍CONTINUAÇÃO NOS STORIES🤍🤍

Temos conversado muito com nossas pacientes sobre esperar um tempo maior para engravidar. Uma questão IMPORTANTE ao tomar essa decisão é orientá-las sobre a questão de perda de óvulos com a idade e a qualidade dos mesmo. Toda mulher quando nasce já possui a quantidade de óvulos que serão liberadas ao longo da vida. Chamamos isso reserva ovariana. Os óvulos são responsáveis pela produção de hormônios sexuais como progesterona, estrogênio e testosterona. Ao nascer, nascemos com um numero x de óvulos que com o passar dos anos vai diminuindo. Cerca de 1000 óvulos são perdidos a cada ciclo menstrual. Mesmo que você não tenha ciclo (uso de anticoncepcional) os óvulos “morrem”, sofrem apoptose e são reabsorvidos pelo organismo. Essa perda é continua e, a partir dos 35 anos, começa a se tornar significativa, nesse momento, a interferência na fertilidade pode ocorrer. Para preservar a fertilidade, caso uma gestação seja cogitada mais para o futuro pode se optar pelo congelamento de óvulos (falaremos desse assunto em outro post). Estresses, tabagismo, uso de bebidas alcoólicas, uso excessivo de medicações, má alimentação, maus hábitos de vida e idade aceleram a queda dessa reserva e interferem na sua qualidade. 🤍🤍CONTINUAÇÃO NOS STORIES🤍🤍

7
1
4 months ago